Participação no BioAg World Congress abre oportunidades para novos produtos e negócios


A Agrocete, referência na produção de inoculantes, adjuvantes e fertilizantes foliares contendo bioestimulantes ou biofertilizantes, participou da terceira edição do Congresso BioAg World, um importante evento do setor de insumos do agronegócio que reúne representantes de vários países para discutir e conhecer novidades em biopesticidas, bioestimulantes e biofertilizantes.


Essa edição foi realizada entre 26 e 29 de abril deste ano em Valência, Espanha, com diversos painéis bastante relevantes para o setor, como a discussão de oportunidades na cadeia de distribuição alimentar, sustentabilidade e créditos de carbono, regulamentação de bioestimulantes, saúde do solo e das sementes, tendências da indústria e mesa redonda com os CEOs das empresas participantes.


Entre os tópicos abordados durante os quatro dias de evento, vale destacar a implantação de programas europeus de redução drástica no uso de defensivos agrícolas. Diante desse cenário, o uso de bioestimulantes (ou biofertilizantes, como são denomidados no Brasil) baseados em microorganismos surge como forte tendência dentro do escopo de cuidados dos agricultores com a lavoura.


Enquanto isso, no Brasil também ocorre uma procura maior por tecnologias de inoculantes, que promovem uma fixação maior do nitrogênio e promoção do crescimento do vegetal. “Os bioestimulantes nos permitem influenciar de maneira benéfica e saudável o metabolismo das plantas, sempre em busca do aumento na produtividade”, afirma Vinícius Ávila, Coordenador de PD&I da Agrocete.


Formulações com base em tecnologias recentes

 

Já em relação às tecnologias apresentadas durante o evento, a de uso de metabólitos chamou bastante a atenção dos participantes. Esses tipos de insumos abrem possibilidades para formulações inovadoras nos produtos, podendo atuar como ativo principal ou como potencializador, o que gera oportunidades de lançamentos no mercado brasileiro.


Ávila lembra que o manejo fisiológico por meio de bioestimulantes é uma solução interessante para atender a demanda elevada que os agricultores têm por lavouras cada vez mais vigorosas, saudáveis e produtivas. Com a realização de eventos como o BioAg, é possível ter mais informações sobre o assunto e se atualizar sobre as atuais necessidades e tendências futuras, para que as empresas produtoras de bioestimulantes consigam pensar em formulações eficientes que saciem as demandas do mercado.


Fernanda Schena, Gerente de Controle de Qualidade da Agrocete, que também participou do evento pela empresa, destaca os contatos feitos e as informações trocadas durante o evento, assim como as possibilidades de parcerias que surgem desses encontros. Também cita a oportunidade de desenvolvimento de novos produtos e a melhoria dos existentes, gerada com base nas informações obtidas no BioAg.


Vinícius Ávila reforça também a importância da diversidade de informações que eventos do setor representam, citando que a participação trouxe luz a projetos de PD&I que ainda estavam em esboço: “Com os contatos feitos e as oportunidades apresentadas, podemos fazer a seleção do que trará mais benefício para a empresa e os agricultores e avançar no desenvolvimento de novos produtos”.


E a próxima edição já tem data marcada: acontece em maio de 2023, no Rio de Janeiro (RJ).